content_7d9c9413-8ffa-4fd9-ac40-7d046f427d31

Médico brasileiro preso por assédio no Egito é solto e volta ao Brasil

Chegou ao Brasil neste domingo (06) o médico brasileiro Victor Sorrentino, que estava preso no Egito por assédio sexual contra uma vendedora egípcia.

O médico foi detido há uma semana, em Cairo, depois de publicar um vídeo em que faz uma brincadeira machista, em português, com uma muçulmana sem que ela entendesse o idoma.

Depois da repercussão, ele se desculpou. A vítima da brincadeira sem graça aceitou o pedido de desculpas do médico.

O caso de Sorrentino estava sob investigação do Ministério Público do Egito e não podia deixar o país. Victor ficou preso em um prédio público do governo local por uma semana, desde que foi preso em um aeroporto do país.