Tite explica por que convocou Daniel Alves para a Copa do Mundo

Tite, técnico da seleção brasileira, explicou por que convocou o lateral-direito Daniel Alves, de 39 anos, para a Copa do Mundo do Qatar. Atualmente no Pumas-MEX, ele foi um dos nomes mais contestados após a divulgação da lista de 26 jogadores que disputarão o Mundial na tarde de hoje (7).

“O critério do Dani Alves é o mesmo critério de todos. Premia qualidade técnica, individual. Premia o aspecto físico e ele traz o aspecto mental. Tal qual os outros”, afirmou Tite na primeira pergunta da coletiva de imprensa após a convocação.

Após acertar o retorno ao Barcelona na temporada passada, Dani Alves não teve o vínculo renovado e optou por se transferir para o Pumas, do México. No futebol mexicano, ele atuou em apenas 12 partidas, não marcou gols e deu três assistências. O Pumas terminou o Campeonato Mexicano apenas na 16ª colocação entre os 18 clubes participantes, ficando fora da segunda fase.

Sem mais calendário até a Copa do Mundo, Daniel Alves voltou a recorrer ao Barça para manter a forma e o sonho de ir para a Copa, treinando com o time B.

Fábio Mahseredjian, preparador físico da seleção, explicou o contexto da convocação: “O Dani não veio na convocação de setembro devido a problemas físicos. Ele estava com baixos níveis de potência e força. Falamos isso com ele, antes da convocação de setembro, e disse a ele abertamente que ele precisava melhorar o nível nesses quesitos. Ele disse: ‘missão dada é missão cumprida’.”

“Fomos a Barcelona e ele mostrou grande evolução nesse quesito de força e potência. Queria agradecer à comissão do Rafa Marquez, do Barça B, que nos enviou números dele nesse aspecto físico e deu mais segurança para gente convocá-lo. Nos mostraram que esse Dani Alves de hoje é o mesmo que veio conosco em todo o ano de 2022, e que é o mesmo Dani Alves que esteve nas Olímpiadas de 2021. No aspecto físico ele se encontra apto a participar da seleção brasileira. Essa é nossa conclusão”, acrescentou o profissional da comissão técnica.

Tite pontuou sobre a declaração de Mahseredjian: “As pessoas têm que entender que os laterais na equipe brasileira jogam com pontas, não tem lateral que vai trabalhar ofensivo, vai ter que trabalhar construtor. A qualidade técnica que o Dani Alves empresta nesse quesito é impressionante. A qualidade técnica que ele tem é de um articulador, um organizador. Ele tem a capacidade de organização.”

Fonte: UOL