Saque do FGTS e 13º para aposentados; saiba como retirar dinheiro

O presidente Jair Bolsonaro (PL) autorizou um saque extra do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) no valor de R$ 1 mil até dezembro de 2022. Segundo o governo federal, o objetivo da medida é reduzir o comprometimento da renda e endividamento das famílias em função da pandemia de Covid-19.

Cerca de 30,5 milhões de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) receberão o décimo terceiro com antecedência pelo terceiro ano seguido. A liberação do valor do FGTS e a antecipação do 13º para aposentados foram confirmada nesta quinta-feira (17), em cerimônia com membros da equipe econômica do Planalto.

A primeira parcela do décimo terceiro será paga entre 25 de abril e 6 de maio, junto com as aposentadorias e pensões da competência de abril. A segunda parcela será paga de 25 de maio e 7 de junho, junto com os benefícios relativos a maio.

Segundo o governo, a medida injetará cerca de R$ 56,7 bilhões na economia. A antecipação não tem impacto orçamentário, já que haverá somente a antecipação do pagamento do benefício, sem acréscimo na despesa prevista para o ano.

Como sacar o FGTS

Cada trabalhador poderá retirar até R$ 1 mil, independentemente do número de contas que tenha. A Caixa esclareceu que quem antecipou o saque aniversário do FGTS e ficou com o valor bloqueado na conta não poderá retirar o valor. Isso porque a nova rodada de saques só poderá ser feita para contas com recursos liberados.

Assim como nas últimas rodadas, o calendário de pagamento foi definido com base no mês de nascimento do trabalhador. A partir da data da liberação na conta poupança digital, os recursos poderão ser retirados até 15 de dezembro.

Confira o calendário:

Mês de nascimento Data da liberação
Janeiro 20 de abril
Fevereiro 30 de abril
Março 4 de maio
Abril 11 de maio
Maio 14 de maio
Junho 18 de maio
Julho 21 de maio
Agosto 25 de maio
Setembro 28 de maio
Outubro 1º de junho
Novembro 8 de junho
Dezembro 15 de junho

 

Fonte: Band.