Policial do ES é condenado a 12 anos de prisão pelo estupro da filha

Um policial militar do Espírito Santo, de 36 anos, foi considerado culpado pelo estupro da própria filha, uma menina que atualmente tem 14 anos. Conforme a decisão da Justiça, ele deverá cumprir 12 anos e nove meses de prisão pelo crime. O nome dele não foi divulgado para preservar a identidade da vítima.

O caso veio à tona em agosto de 2020, quando a adolescente contou para a mãe os abusos sofridos.

Na ocasião, o policial militar ainda estava em liberdade e negou o estupro.

Além do estupro da própria filha, o policial militar responde a outro processo na Justiça. Ele também teria estuprado uma adolescente, que na época tinha 15 anos, e era vizinha da família. O crime teria sido praticado em 2019 — cerca de um ano antes.

Fonte: Agazeta