Nova testemunha aponta reviravolta em caso Mc Kevin

As investigações sobre a morte de MC Kevin, que caiu da sacada de um hotel no Rio de Janeiro, continuam e recentemente aconteceu uma reviravolta com nova testemunha. Um homem, chamado Fernando Dimmy Jr, afirma que viu o momento da tragédia e declarou que MC VK, que estava no quarto do hotel, “parece ter induzido” para que ele pulasse para fugir de um suposto flagra de traição pela sua mulher.

A nova testemunha, um cantor português, que estava hospedado em um outro hotel que fica logo na frente do que aconteceu a tragédia e acabou vendo tudo. “Eu confirmo que vi a queda do MC Kevin. Foi uma mera coincidência eu estar no hotel ao lado de MC Kevin. Pois eu não sabia da presença dele naquela cidade“, afirmou.

A testemunha confirma que viu o ato sexual de MC Kevin na varanda. Isso aconteceu cerca de 10 minutos antes da queda. Além do mais, ele desmente Jhonatas, amigo do artista, que disse que não estava no local na hora da tragédia.

“Foi uns 10 minutos antes da queda, se não me engano. Bem, é aí onde entra o Jhonatas. Ele entrou a querer se calhar, insistir, em querer participar do ato sexual. Bem porque ele entrou a primeira vez, o MC Kevin levantou a mão como se estivesse a expulsar o Jhonatas do quarto. Da primeira vez, deu a entender isso. Que ele entrou no banheiro, eu não posso dizer que sim ou não, porque, aparentemente, ninguém foi ao banheiro. Na terceira vez que o Jhonatas voltou a entrar foi de uma maneira muito brusca e, com certeza, seria o momento em que disse a suposta frase ‘moiô, moiô, tio‘”, explicou.

A acusação contra MC VK é séria e ele explicou em detalhes o motivo de achar que ele incentivou: “Na forma que o Jhonatas entrou, foi se movimentando muito, como se fosse um louco e como se quisesse assustar os que estavam lá no quarto. E o MC VK levantou da cama e movimentou os braços como de uma forma assustadora que deu, aí sim, exatamente, a entender que o VK estava a incentivar ou assustar o Kevin a ir a algum lado“, disse

“Tenho certeza do que eu estou falando. Deu a entender que o MC VK estava a incentivar o Kevin, que era para se pendurar naquele local. Que o Kevin largou a mão direita e ficou somente apoiado com a mão esquerda. E ali deu claramente a ouvir o que estava a dizer. Ele estava a pedir que o VK ajudasse ele”, confirmou.

Fernando afirma ter ouvido Kevin pedir ajuda. “Sim, eu entendi, porque ele gritou mesmo, que deu para ouvir onde eu estava. Ele disse “me ajuda, me ajuda!”. Então, mesmo assim, o VK parece que estava a incentivar ele para ir para o andar de baixo ou largar. Depois de ter gritado e não ter conseguido ficar apoiado no parapeito da varanda, ele já quando estava a cair, ele [VK] antes deu um chute, como se fosse um chute no parapeito. Ele [Kevin] foi se distanciando um pouco do edifício. Foi aí quando eu dei conta daquilo que estava acontecer, que ele estava realmente a cair, que ninguém estava a ajudar. Eu fui pegar meu celular para ver se dava para apanhar uma parte em que assim eu podia muito bem fazer a publicação disso sem ter de me expor. Então, foi quando eu peguei o celular, foi muito tarde. Nós ouvimos um pequeno estrondo como se fosse um ‘puff”.

A testemunha diz ter certeza do que está falando, mas ainda serão necessárias provas de que ele realmente estava vendo o acontecido. “Ele nos parece uma pessoa idônea, do ponto de vista de suas alegações. Elas são calmas, mas ele não nos enviou nenhum documento como passaporte pra que nós pudéssemos comprovar realmente que ele estava no dia diante dos fatos que ocorreram“, afirmou o advogado.

Fonte: Fabíola Nishi.