Morre no Rio, ao 96 anos, vítima de Covid, o sambista Nelson Sargento

A arte, o samba e o carnaval carioca estão de luto. Morreu nesta quinta-feira (27), o sambista Nelson Sargento, aos 96 anos, presidente de honra da Estação Primeira de Mangueira e autor de músicas de sucessos no país.

No dia 26 de fevereiro, o sambista e compositor da Mangueira recebeu a segunda dose da vacina contra o coronavírus em casa, e a primeira, em um ato simbólico no dia 31 de janeiro, marcou o início da imunização de idosos no Rio de Janeiro.

Ele foi diagnosticado com Covid-19 na última sexta-feira (21), quando precisou ser internado.

Fonte: Aquinotícias