Morre mulher que teve 70% do corpo queimado em Castelo

A mulher que teve 70% do corpo queimado no dia 30 de janeiro, em Castelo, não resistiu aos ferimentos e morreu nesta terça-feira (7). Damiana Oliveira Ferreira de 38 anos estava hospitalizada no setor de queimados do Hospital Estadual Doutor Jayme Santos Neves, na Serra.

Segundo a apuração da Polícia Militar no dia do crime, populares contaram que a mulher era usuária de drogas e que havia sido queimada na casa de um homem, que também é dependente químico. Ela dormia em um colchão no chão quando foi vítima do ataque, por volta das 5h.

No dia em que teve o corpo incendiado, a mulher – que era de Atílio Vivácqua, mas estava residindo em Castelo – foi levada para a Santa Casa de Misericórdia da cidade e, de lá, foi transferida de helicóptero para o Hospital da Serra, referência em queimaduras graves.

Familiares foram à Serra para liberar o corpo da mulher e trazê-lo para Atílio Vivácqua, onde ela foi velada e sepultada. A Polícia Civil iniciou a investigação, mas não informou detalhes da apuração.

Fonte: Aquinotícias.Com