Mãe de Nego do Borel vira ré por maus-tratos e lesão corporal à enteada

A Justiça aceitou a denúncia do Ministério Público do Rio de Janeiro contra Roseli Viana Gomes, mãe do cantor Nego do Borel, e do marido Alex Alves Gomes. Os dois agora são réus no processo que apura maus-tratos e lesão corporal contra a filha de Alex, de apenas oito anos.

De acordo com a mãe da menina, ela levou tapas, sofreu arranhões e teve xampu jogado contra seus olhos durante o banho. As agressões foram constatadas por meio de um exame feito no Instituto Médico Legal, durante as investigações da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV).

Na delegacia, a mãe biológica relatou que os atos de violência foram praticados por Roseli e informados por ela a Alex, pai da menina, que teria se negado a acreditar ou tomar providências. A vítima também prestou depoimento. Segundo ela, a madrasta fingia gostar dela quando estava perto do pai e também teria dito para ela não contar sobre as agressões.

A mãe da criança contou que percebeu os machucados na filha e ela contou que Rose teria batido nela com as mãos, com chinelos e mostrou também onde estavam as outras marcas. A motivação, segundo a investigação policial, teria sido o fato da vítima ter errado o xampu que deveria usar no cabelo.

Roseli e Alex negaram ter cometido os crimes em depoimento à DCAV, mas o juiz Marco Jose Mattos Couto, da 1ª Vara Criminal de Jacarepaguá, aceitou a denúncia do Ministério Público (MP) sobre o processo judicial.