Estado de São Paulo registra 1ª morte pela variante delta do coronavírus

O estado de São Paulo registrou a primeira morte pela variante delta do coronavírus. A vítima é uma mulher de 74 anos, que recebeu as duas doses da vacina, e tinha comorbidades.

O caso foi registrado em Piracicaba, no interior paulista, e confirmado pela secretaria municipal de Saúde.

Outros cinco pacientes tiveram a contaminação pela variante confirmada e estão sendo monitorados.

Nota da Prefeitura de Piracicaba

A Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica Municipal, informa que Piracicaba registrou a primeira morte decorrente da variante Delta (AY.4) da Covid-19. O óbito é de uma mulher de 74 anos, com comorbidade, já vacinada com duas doses do imunizante Coronavac/Butantan. Além dela, outros cinco casos da variante foram confirmados pela VE na última segunda-feira (23/08), sendo dois homens e três mulheres, das idades de 10, 16, 41, 51 e 52 anos. Todos seguem sendo monitorados pela VE.

A Pasta reforça que fez a verificação dos históricos destes pacientes para monitorar os casos e atuar de forma preventiva e evitar a transmissão da doença. Até o momento, não houve mais nenhuma confirmação da variente Delta (AY.4) em Piracicaba.

A Secretaria lembra que a variante Delta (AY.4) tem maior perfil de transmissibilidade, porém, não tem apresentado aumento na letalidade ou gravidade dos casos. Mesmo assim, a Pasta pede que a população siga tomando os cuidados

Fonte: Band.