Candidatura de Paulo Lemos é impugnada e TSE determina novas eleições em Ibitirama

Segundo reportagem do portal AQUI NOTICIAS O município de Ibitirama terá novas eleições. A decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), anunciada na manhã de hoje, foi pelo indeferimento do registro de candidatura de Paulo Lemos (PSD) para o cargo de prefeito, “com anulação dos votos a ele conferidos na eleição de 2020 e determinação das providências nos termos do voto do relator”, informou, ao fim do julgamento, o presidente do TSE, Edson Fachin.

 

Contra o prefeito, que está afastado do cargo para cuidar de problemas de saúde, denúncias de superfaturamento na compra de um veículo para uma unidade de saúde do município em 2002, segundo o corregedor-geral do TSE, ministro Mauro Campbell Marques.

Lemos está em seu terceiro mandato. Entre 2001 e 2008, ficou à frente do Executivo de Ibitirama. Se afastou por 12 anos e voltou a ser eleito em 2020, se reelegendo como o prefeito mais velho do Estado naquelas eleições. Um mês após o pleito de 2020, ele teve a candidatura impugnada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), após um recurso do Ministério Público Eleitoral. A alegação era de que as contas estavam irregulares.

No entanto, o juiz eleitoral, Luciano Antonio Fiorot, da 18ª Zona Eleitoral de Iúna, deferiu o registro de candidatura de Paulo Lemos. Nesta quinta-feira (28), antes do resultado do TSE, Lemos informou que pediu afastamento do principal cargo do Executivo municipal para cuidar da saúde.

Fonte: AquiNotícias.Com