Campanha Nacional: Ibatiba vai receber vacina contra a dengue

Ibatiba está entre as cidades selecionadas para o recebimento de doses da vacina contra a dengue (Qdenga), que será aplicada a partir de fevereiro. A estratégia que prioriza o público-alvo de regiões endêmicas, foi divulgada pelo Ministério da Saúde, na ultima quinta-feira (25). Os critérios para definição dos municípios seguem recomendação da Câmara Técnica de Assessoramento em Imunização (CTAI) e da Organização Mundial da Saúde (OMS).

No Espírito Santo, foram definidos 20 municípios, todos eles pertencentes à região Metropolitana de Saúde. São eles: Vila Velha, Serra, Cariacica, Vitória, Guarapari, Afonso Claudio, Viana, Laranja da Terra, Fundão, Itaguaçu, Santa Leopoldina, Domingos Martins, Santa Teresa, Venda Nova do Imigrante, Santa Maria de Jetibá, Ibatiba, Brejetuba, Marechal Floriano, Conceição do Castelo e Itarana.

A faixa etária contemplada abrange adolescentes de dez a 14 anos por concentrar o maior número de hospitalizações por dengue no Brasil (16,4 mil de janeiro de 2019 a novembro de 2023), depois das pessoas idosas, população para a qual a vacina não foi autorizada pela Anvisa.

A definição de um público-alvo e das regiões prioritárias foi necessária devido à limitação na oferta de doses pelo laboratório fabricante da vacina.  O esquema vacinal é composto por duas doses com intervalo de três meses entre elas.

Em Ibatiba, nos primeiros 29 dias deste ano foram registrados 08 notificações de casos de dengue, sendo 02 casos positivos, bairros Centro e Novo Horizonte, 02 casos descartados e 04 em investigação.

Prevenção

Apesar de a vacina ser uma ferramenta valiosa de prevenção, a abordagem mais eficaz continua sendo evitar a reprodução do mosquito da dengue. Portanto, é crucial que os moradores verifiquem seus quintais e removam todo e qualquer recipiente que possa acumular água, destacando a importância de receber os agentes de combate a endemias e os agentes comunitários de saúde.

 

   

Fonte: Prefeitura de Ibatiba