Banco Central sobe taxa de juros para 12,75%, maior patamar desde 2017

Em decisão unânime, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) subiu a taxa básica de juros de 11,75% para 12,75%. A reunião aconteceu ao longo desta quarta-feira (04).

Com a nova alta, este é o maior patamar do índice desde 2017, quando a Selic era de 13%. No relatório da reunião, o BC colocou o cenário externo como um dos pontos que pressionam a inflação, dados os problemas de ofertas advindos da nova onda de covid-19 na China e guerra na Ucrânia.

“O ambiente externo seguiu se deteriorando. As pressões inflacionárias decorrentes da pandemia se intensificaram com problemas de oferta advindos da nova onda de covid-19 na China e da guerra na Ucrânia. A reprecificação da política monetária nos países avançados eleva a incerteza e gera volatilidade adicional, particularmente nos países emergentes”, pontuou o BC.

O Copom também considerou, diante das projeções de risco, ser apropriado que o avanço do aperto monetário continue. Isso significa que o Banco Central preservará a estratégia atual até que haja desinflação, bem como a ancoragem das expectativas em torno das metas econômicas da autarquia.

“O Copom enfatiza que os passos futuros da política monetária poderão ser ajustados para assegurar a convergência da inflação para suas metas, e dependerão da evolução da atividade econômica, do balanço de riscos e das projeções e expectativas de inflação para o horizonte relevante da política monetária”, explicou o relatório da reunião.

O Comitê já anunciou que, no próximo encontro, existe a expectativa de um “ajuste de menor magnitude”.

 

Fonte: Band.