Após ser acusado de homofobia, Maurício Souza vai processar Globo, Casagrande e Felipe Andreoli

Após toda a polêmica envolvendo o jogador de vôlei Maurício Souza, acusado de homofobia, o atleta vai processar a emissora Globo, o comentarista Walter Casagrande e o apresentador Felipe Andreoli.

Newton Dias, advogado do acusado, afirmou que a ação deverá ser protocolada na Justiça nos próximos dias. Segundo ele, o ex- jogador do Minas Tênis Clube se encontra abalado com a repercussão do caso.

De acordo com o UOL, o advogado de defesa informou que a Globo e os profissionais da emissora serão processados por danos morais, calúnia, difamação e injúria. A defesa também deu início a um levantamento sobre acusações feitas contra o atleta por internautas, as quais também serão enviadas à Justiça, podendo o crime de stalking (perseguição) ser anexado aos processos.

Segundo o advogado, o dano causado à imagem do jogador já é irreversível. Ele alega que o atleta fez apenas uma reflexão, não existindo nenhum discurso de ódio que inferiorize orientação sexual. “O que existiu foi uma reação de pessoas que estão imputando a ele o crime de homofobia”, explica Newton ao Notícias da TV.

Em defesa do jogador, o advogado também articulou que muitas vidas atualmente são destruídas na internet, da noite para o dia. Ele alega que pessoas da comunidade LGBTQIA+ estão avaliando a conduta do atleta como pessoa, onde Maurício se encontra bem confiante de que não fez nada. “Ele está resiliente, na fase de assimilação. Ele vai ter que reconstruir a carreira”, pontua.

A polêmica envolvendo o ex- jogador de vôlei do Minas Tênis Clube começou no último dia 15 de outubro, após a DC Comics anunciar que o novo Super-Homem seria bissexual nos quadrinhos. Na publicação, Maurício Souza fez uma crítica à decisão criativa da empresa: “Ah, é só um desenho, não é nada demais. Vai nessa que vai ver onde vamos parar”.

Após o comentário, o também jogador de vôlei e representante da comunidade LGBTQIA+, Douglas Souza, rebateu: “Engraçado que eu não virei heterossexual vendo os super-heróis homens beijando mulheres. Se uma imagem como essa te preocupa, sinto muito, mas eu tenho uma novidade para a sua heterossexualidade frágil. Vai ter beijo, sim. Obrigado, DC, por pensar em representar todos nós e não só uma parte”.

Maurício também rebateu a resposta deixada por Douglas, alegando que “hoje em dia, o certo é errado e o errado é certo. Não se depender de mim. Se tem que escolher um lado, eu fico do lado que acho certo! Fico com minhas crenças, valores e ideias”.

Fonte: Fabíola Nishi.