content_f94058ff-9b98-4bdf-8af9-8a0fed2fd349

EUA cobram Brasil para frear onda de imigrantes ilegais

A Casa Branca pediu ajuda do governo brasileiro para tentar frear a onda de imigração ilegal nos Estados Unidos.

O Secretário de Estado americano, Anthony Blinken telefonou para o ministro das Relações Exteriores, Carlos França, cobrando medidas efetivas para conter o fluxo de imigrantes que tentam entrar pela fronteira pelo México.

O número de brasileiros presos pela guarda de fronteira bateu recorde — foram mais de 47 mil em 12 meses. O que fez com o governo americano acelerasse as deportações, com dois voos semanais ao Brasil.

Há um mês, a técnica de enfermagem Lenilda dos Santos morreu de sede no deserto, após ser abandonada por um coiote, contratado para ajudá-la a entrar nos Estados Unidos. O corpo dela voltou ao Brasil na última terça-feira (19), após mais de um mês de espera.

Não são só os brasileiros. Nesse ano autoridades americanas prenderam mais de um milhão e setecentos mil migrantes na fronteira com o México, um recorde na história do país.

O movimento disparou com o agravamento da crise em países da América Central e em meio à expectativa de que a política migratória do presidente Joe Biden seria mais branda – o que não aconteceu.