mapa-de-risco

Veja a classificação dos municípios capixabas no novo Mapa de Risco para Covid-19

mapa-de-risco

O novo Mapa de Risco Covid-19 do ES não apresentou alterações no quantitativo de cidades em risco alto, moderado e baixo para a doença em relação à última divulgação. Dos 78 municípios capixabas, 41 estão classificados em Risco Baixo e 36 estão em Risco Moderado. Somente o município de Piúma está classificados como Risco Alto.

No entanto, em relação à classificação, algumas cidades passaram de risco moderado para o baixo e outras de baixo para moderado; apenas Piúma, no Sul do Estado, continua em risco alto. O 46º Mapa terá vigência a partir desta segunda-feira (1º) e vai até o próximo domingo (7).

A Matriz de Risco de Convivência considera no eixo de ameaça: o coeficiente de casos ativos por município dos últimos 28 dias, além da quantidade de testes realizados por grupo de mil habitantes e a média móvel de óbitos dos últimos 14 dias. Já o eixo de vulnerabilidade considera a taxa de ocupação de leitos potenciais de UTI exclusivos para tratamento da Covid-19, isto é, a disponibilidade máxima de leitos para tratamento da doença. A estratégia de mapeamento de risco teve início no dia 20 de abril.

O Mapa de Risco segue as orientações dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e recomendações da equipe de especialistas do Centro de Comando e Controle (CCC) Covid-19 no Espírito Santo, que é composto pelo Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, Secretaria da Saúde (Sesa), Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). As decisões adotadas pelo Governo do Estado seguem parâmetros técnicos.

Confira a classificação de todos os municípios capixabas:

mapa-de-risco

 

planilhas

Mesmo com pandemia, municípios capixabas encerram 2020 com alta na arrecadação

planilhas

Na contramão do que foi registrado no Estado, que encerrou 2020 com queda de arrecadação de 4% em relação a 2019, os municípios capixabas tiveram um acréscimo nas receitas de 9%, segundo boletim divulgado pelo Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCE).

A receita arrecadada dos 71 municípios que homologaram suas contas mensais de janeiro a dezembro atingiu o montante de aproximadamente R$ 13,7 bilhões em 2020. Mesmo desconsiderando a ajuda financeira do Governo Federal para o combate ao novo coronavírus – um total de R$ 949 milhões – houve acréscimo de 1% na arrecadação.

As principais origens de arrecadação dos municípios no acumulado até dezembro são as transferências do Estado (36%) e da União (31%). Isso mostra a dependência (67%) dos entes municipais em relação a outros entes federados. A arrecadação própria atingiu 26%.

Pessoal

Ao final do exercício de 2020, dos 72 municípios que prestaram contas, apenas um deles, Água Doce do Norte, apresentou descumprimento do limite legal, no que tange ao Poder Executivo municipal.

Estado

A receita arrecadada pelo Estado atingiu R$ 18,8 bilhões em 2020, um decréscimo de 4% quando comparada à arrecadação acumulada até dezembro do ano anterior. Desconsiderando a ajuda financeira da União em 2020 e a compensação financeira de royalties do Acordo do Parque das Baleias em 2019, o decréscimo chega a 7%.

Os dados estão no Boletim da Macrogestão Governamental de dezembro, que traz informações financeiras, econômicas e orçamentárias do Estado e dos municípios de todo o ano passado. O resultado orçamentário do período foi superavitário em aproximadamente R$ 1 bilhão – a despesa alcançou o montante de R$ 17,7 bilhões.

 Fonte: Aquinotícias
casagrande-26022021

“Queremos testar em massa a população”, diz governador do ES

casagrande-26022021

Em um pronunciamento na tarde desta sexta-feira (26), o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, disse que 62 mil testes para detectar o novo coronavírus serão entregues aos municípios capixabas. Os itens foram doados pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). Além disso, segundo o governador, o Estado está comprando outros 250 mil testes.

“Queremos testar em massa a população.  Todos os que têm sintomas serão testado. Isso vai servir para isolar as pessoas que estão com o vírus ou aquelas que tiveram contato com elas”, disse o governador, afirmando ainda que as cidades vão receber quatro mil oxímetros nos próximos dias, uma forma de acompanhar a progressão da doença.

Segundo Casagrande, entre 18 e 20 pessoas perdem a vida por dia no Estado, em média. Por outro lado, há controle no número de leitos ocupados, mas essa não é uma situação que permite um afrouxo no combate à pandemia. “Mais de 20 Estados no país estão com dificuldade de leitos. Recebemos pacientes do Amazonas, de Rondônia, e acompanhamos a angústia de tantos Estados que, ou já entraram em colapso ou estão prestes a entrar. Isso mostra que a pandemia está crescente e que o Espírito Santo não está isento de também ter uma situação mais grave e transmissão mais intensa”, avalia.

Sobre a vacina, Casagrande informou que espera que a distribuição se normalize em março, mas não descartou a possibilidade de o Estado comprar os imunizantes. “Estamos buscando contato com laboratórios, mas não existe vacinas à disposição para comprar. Se tiver, vamos comprar e adiantar o cronograma do Ministério da Saúde”.

Fonte: Aquinotícias

4967c3f1-c460-4137-a335-b41f6db89e20

Homem é detido pela Polícia Ambiental por cortar árvores nativas para fabricar lenha em Ibatiba

4967c3f1-c460-4137-a335-b41f6db89e20

Uma denúncia anônima levou agentes da Polícia Militar Ambiental a deter um homem nesta quarta-feira (24) por desmatamento irregular de árvores nativas em Ibatiba. Os policiais estiveram em uma propriedade que fica na localidade de Vila do Dermazinho, e lá, constataram o desmate em quase 150 metros quadrados em uma área florestal.

As árvores eram cortadas para fabricação de lenha, e parte do material foi encontrado nos fundos da residência que fica na propriedade.

O responsável foi conduzido até a Unidade de Polícia Judiciária local para prestar esclarecimentos, onde informou que já havia sido multado pelo Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) por conta do desmate. O homem ficou à disposição da Justiça e, se condenado, pode pegar até três anos de prisão e pagar multa.

Fonte: AquiNotícias

vacina-19

Com chegada de novas doses de vacina, ES inicia imunização em idosos de 80 a 85 anos

x91236039_so-sao-paulosp17-01-2021-enfermeira-prepara-vacina-desenvolvida-pelo-instituto-butantan-jpg-pagespeed-ic-kxx8rn4qxt

Com a chegada de mais 61 mil doses de vacinas no Espírito Santo nesta quarta-feira (24), o Estado vai iniciar a vacinação contra a Covid-19 em idosos na faixa etária de 80 a 85 anos. Nessa etapa devem ser vacinados mais 24% da população nessa idade, um total estimado em 44.963. As doses também vão completar a imunização de 100% dos idosos de 85 a 89 anos, que possui população estimada de 26.010 mil pessoas e 8% para trabalhadores da saúde, com população estimada de 124.416. São 38 mil doses da vacina AstraZeneca/Oxford e 23 mil doses da Coronavac (Sinovac/Butantan).

Nesta quinta-feira (25), o governador Renato Casagrande participa presencialmente de solenidade simbólica de abertura da vacinação para idosos acima de 80 anos. que será realizada
no Posto de Saúde de Jardim Marilândia, em Vila Velha.

Para essa nova remessa, o Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Imunização, definiu o envio de doses para completar a imunização de 100% dos idosos de 85 a 89 anos, que possui população estimada de 26.010 mil pessoas; mais 24% da população de 80 a 84 anos, que possui população estimada de 44.963; e 8% para trabalhadores da saúde, com população estimada de 124.416. O quantitativo enviado obedece a critérios de proporcionalidade das populações dos grupos prioritários.

Para o esquema de aplicação, o Estado seguirá a orientação do Ministério da Saúde de uso de todas as primeiras doses da AstraZeneca/Oxford, com a garantia de envio da segunda dose posteriormente, uma vez que tem intervalo de 12 semanas. Já em relação a segunda dose da Coronavac, também seguindo orientação, as doses serão guardas para aplicação em intervalo de até quatro semanas.

Além disso, com a antecipação da imunização do público de 85 a 89 anos, utilizando a segunda dose guardada na Rede de Frio, com a chegada do lote desta população, o Estado irá repor este quantitativo.

As doses estão na Central Estadual de Rede de Frio, localizada em Vitória, para cadastramento. A previsão de distribuição aos municípios da Região Metropolitana é nesta quinta-feira (25) e o envio às regionais de saúde da região Norte, Sul e Central a partir de sexta-feira (26).

Para as próximas remessas, a Secretaria da Saúde aguarda a confirmação da data e do quantitativo de doses por parte do Ministério da Saúde.

Público da primeira fase de vacinação

O Ministério da Saúde definiu como público prioritário da primeira fase da Campanha de Vacinação trabalhadores da saúde; pessoas maiores de 60 anos residentes em instituições de longa permanência; pessoas maiores de 18 anos com deficiência residentes em Residências Inclusivas; indígenas aldeados; e idosos acima dos 75 anos.

Devido ao cenário de escassez de vacinas no Brasil, o Estado pactuou com os municípios medidas por meio da Comissão Intergestores Bipartite, visando a garantir a vacinação de forma ordenada aos trabalhadores da saúde e aos idosos, com resoluções de escalonamento dos grupos até a sua totalidade. Para os demais grupos foram garantidos 100% da vacinação ao total da sua população, tanto da primeira quanto da segunda dose.

No momento, o Estado apresenta 81% da população de trabalhadores da saúde imunizada e antecipou, desde o último dia 17 de fevereiro, a vacinação de idosos de 85 a 89 anos. Em relação aos idosos, a orientação aos municípios é, de acordo com a Resolução CIB Nº013, ao atingir 90% da imunização de um grupo, ampliar a vacinação para o grupo seguinte, em conformidade com os cenários de disponibilidade da vacina.

Fonte: AquiNotícias

nublado_temperatura_amena_chuva

ES recebe novo alerta do Inmet para chuvas fortes em 48 municípios; veja a lista

nublado_temperatura_amena_chuva

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu na tarde desta quinta-feira (25), um novo alerta amarelo com grau de severidade para chuvas intensas em 48 municípios do Espírito Santo. O aviso iniciou às 13 horas e é válido até às 11 horas desta sexta (26).

Há previsão de chuva entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia e ventos intensos (40-60 km/h). Também tem baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Confira as cidades:

-Afonso Cláudio
-Água Doce do Norte
-Águia Branca
-Alto Rio Novo
-Aracruz
-Baixo Guandu
-Barra de São Francisco
-Boa Esperança
-Cariacica
-Colatina
-Conceição da Barra
-Domingos Martins
-Ecoporanga
-Fundão
-Governador Lindenberg
-Guarapari
-Ibiraçu
-Itaguaçu
-Itarana
-Jaguaré
-João Neiva
-Laranja da Terra
-Linhares
-Mantenópolis
-Marechal Floriano
-Montanha
-Mucurici
-Nova Venécia
-Pancas
-Pedro Canário
-Pinheiros
-Ponto Belo
-Rio Bananal
-Santa Leopoldina
-Santa Maria de Jetibá
-Santa Teresa
-Serra
-Sooretama
-São Domingos do Norte
-São Gabriel da Palha
-São Mateus
-São Roque do Canaã
-Viana
-Vila Pavão
-Vila Valério
-Vila Velha
-Vitória

 Fonte: AquiNotícias
38

Mais 61 mil doses da vacina contra Covid chegam ao Espírito Santo nesta quarta-feira (24)

38

O Espírito Santo recebeu, na manhã desta quarta-feira (24), 61 mil doses de vacinas para dar continuidade à imunização contra a Covid-19. São 38 mil doses da vacina AstraZeneca/Oxford e 23 mil doses da Coronavac (Sinovac/Butantan). Para essa nova remessa, o Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Imunização, definiu o envio de 100% de doses para completar a imunização de idosos de 85 a 89 anos, mais 24% da população de 80 a 84 anos e 8% para trabalhadores da saúde. O quantitativo enviado obedece a critérios de proporcionalidade das populações dos grupos prioritários.

As doses serão encaminhadas à Central Estadual de Rede de Frio, localizada em Vitória, para cadastramento. A previsão de distribuição aos municípios da Região Metropolitana e envio às regionais de saúde da região Norte, Sul e Central é para esta quinta-feira (25).

Para o esquema de aplicação, o Estado seguirá a orientação do Ministério da Saúde de uso de todas as primeiras doses da AstraZeneca/Oxford, com a garantia de envio da segunda dose posteriormente, uma vez que tem intervalo de 12 semanas, mais a orientação de guardar a segunda dose da Coronavac para aplicação em intervalo de até quatro semanas.

Público da primeira fase de vacinação

O Ministério da Saúde definiu como público prioritário da primeira fase da Campanha de Vacinação trabalhadores da saúde; pessoas maiores de 60 anos residentes em instituições de longa permanência; pessoas maiores de 18 anos com deficiência residentes em Residências Inclusivas; indígenas aldeados; e idosos acima dos 75 anos.

Devido ao cenário de escassez de vacinas no Brasil, o Estado pactuou com os municípios medidas por meio da Comissão Intergestores Bipartite, visando a garantir a vacinação de forma ordenada aos trabalhadores da saúde e aos idosos, com resoluções de escalonamento dos grupos até a sua totalidade. Para os demais grupos foram garantidos 100% da vacinação ao total da sua população, tanto da primeira quanto da segunda dose.

No momento, o Estado apresenta 81% da população de trabalhadores da saúde imunizada e antecipou, desde o último dia 17 de fevereiro, a vacinação de idosos de 85 a 89 anos. Em relação aos idosos, a orientação aos municípios é, de acordo com a Resolução CIB Nº013, ao atingir 90% da imunização de um grupo, ampliar a vacinação para o grupo seguinte, em conformidade com os cenários de disponibilidade da vacina.

img_0236

‘Sou a nova Carminha, a Nazaré’, ironiza Karol Conká no ‘Mais Você’

img_0236

A tão aguardada entrevista de Karol Conká para Ana Maria Braga, no Mais Você, nesta quarta-feira, 24, foi um dos assuntos mais comentados nas redes sociais no início da manhã. A rapper quebrou recorde de rejeição do público na história do Big Brother Brasil: 99,17% dos votos. O reality show é exibido no País pela TV Globo desde 2000. Até então, o recorde havia sido quebrado por Nego Di, na mesma edição do programa. O humorista teve 98,76% dos votos dos espectadores.

Mais Você, que normalmente começa às 9h, atrasou por mais de meia hora. Os internautas estavam ansiosos. “Cadê ‘Mais Você’ que não começa nunca”, escreveu uma seguidora de Ana Maria Braga.

Ana Maria abriu o programa brincando que “não pegou atestado médico” para não participar da conversa. “Uma curiosidade, Karol Conká nasceu no Dia Mundial da Paz”, começou a apresentadora ao falar da ex-BBB. Ela também falou que a cantora é capricorniana e deu características do signo.

“Passei a noite muito bem, dormi com meu filho e com minha mãe. Fiquei conversando com eles e acompanhando as coisas nas redes. Sou a nova Carminha, a Nazaré nas redes sociais”, ironizou Karol. Carminha e Nazaré Tedesco são conhecidas vilãs de novelas brasileiras.

Ela garantiu que não é uma pessoa má: “gostaria de deixar frisado aqui que essa vilã que apareceu no programa não existe aqui (fora da casa), senão não teria conquistado tudo que conquistei e chegado onde cheguei. Realmente dentro da casa despertou alguns demônios em mim”, afirmou. Karol Conká chegou a dizer que tem “um problema terrível com animosidade” e que foi descobrir a questão dentro do BBB. “Quando sair da casa, preciso procurar psicólogo”, afirmou.

Ana Maria ouviu o argumento inicial da cantora e perguntou para a rapper o que ela acha da rejeição. “Ah, acho que por causa das minhas atitudes péssimas. Me senti amarga dentro da casa. Todo mundo tem um lado bom e um lado ruim. E, dentro da casa, meu lado ruim apareceu”, ponderou.

Ao longo da entrevista, foram exibidos momentos em que Karol Conká atacou Carla por causa de ciúme de Bil, antigo parceiro da rapper dentro da casa. “Meu Deus, não tinha visto essa cena. Estou passando vergonha em rede nacional (…) Infelizmente acabei explodindo, não aceitando o fato de sentir ciúmes naquela hora. Fiz atitudes de gente controladora (…) Me senti carente e me senti interessada pelo interesse de Bil em mim”, avaliou. Enquanto vê as cenas, Karol toma um gole de água, coloca o guardanapo do rosto e nega a situação com a cabeça.

“Estou envergonhada e não tenho nada para dizer. Quero pedir desculpas para a família do Bil, a família da Carla. Eu estava com álcool na cabeça, embriagada”, ressaltou. Porém Ana Maria Braga insistiu: “mas não foi só isso. Você também teve uma treta com Lucas (Penteado) e deixou o Brasil todo atrapalhado por conta de você querer ‘eliminar’ o Lucas da sua frente. Olha essa cena”.

Na sequência, a apresentadora exibe o momento em que, na hora do almoço, Karol Conká expulsa Lucas da mesa: “quero comer na paz do senhor!”. Após a cena, Ana Maria argumenta: “mas aí você não estava embriagada, porque era hora do almoço”. A rapper justificou que estava estressada por causa de discussões anteriores com o colega de reality.

“Na vida, não sou acostumada a resolver as coisas com carinho. Não em casa, com a família. Mas, no jeito de trabalhar, estou acostumada com ‘rajadas’. Não é para justificar, mas estou descobrindo essas coisas agora. Acho importante expor isso agora, essas fragilidades. Não adianta eu bancar a ‘fortona’ agora, sendo que eu estava vulnerável lá dentro. To colhendo o que eu plantei”, analisou.

No Mais Você, Karol Conká assistiu a cena em que briga com Camilla de Lucas, em que declarou que não queria protagonizar uma “briga entre duas mulheres pretas” na casa. Depois, o programa exibe um trecho em que Camilla chora, copiosamente, após a briga. “Ela dizer isso é colocar em xeque toda a minha militância la fora”. Karol fica cabisbaixa e fala: “eu estou vendo que deixei algumas pessoas tristes lá”.

Nas redes sociais, os internautas comemoraram todos os posicionamentos de Ana Maria Braga durante a entrevista com Karol Conká. “Ana Maria chamando a Karol de mentirosa 20 vezes. JANTANDO CEDO HEIN?”, escreveu uma internauta.

Redação
Estadao Conteudo
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

centro_ibatiba-8

Amaro Neto oficializa na Câmara Municipal o envio de R$ 600 mil em recursos para Ibatiba

centro_ibatiba-8

Os vereadores de Ibatiba receberam, na tarde desta terça-feira (23), o assessor parlamentar Cristian Greik, representando o deputado estadual Amaro Neto (Republicanos), para oficializar o envio de duas emendas para o município. A primeira, n valor de R$ 300 mil, será destinada à Secretaria de Educação para entender as demandas da pasta. A segunda, com valor de R$ 323 mil, irá beneficiar a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente para a compra de uma retroescavadeira.

O encontro foi realizado na Câmara de Ibatiba e conduzida pelo presidente da Casa, vereador Fernando Vieira (Republicanos), junto com os vereadores Roberto Magnético (Podemos), João Pedro Carvalho (Cidadania), Paulino do Eucalipto (Cidadania). Participaram ainda os representando o Poder Executivo a vice-prefeita Dra. Criziane Moreno, a secretária municipal de Educação, Solange Sousa de Assis Paula, o secretário de Interior e Transporte, Fábio Augusto do Nascimento, além da gerente de relacionamento do Banestes de Ibatiba, Raquel Oliveira, o ex-vereador Admilson Ribeiro e a presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Ibatiba, Marli Carvalho.

O presidente da Câmara, que é do mesmo partido que Amaro Neto, destacou a importância das emendas para o município. “Fico muito feliz em receber a confirmação destas emendas, principalmente por poder reafirmar que os parlamentares estão sempre em busca de tornar possível o crescimento desta cidade, sempre em harmonia com o Poder Executivo. Agradeço, em nome desta Casa de Leis, ao deputado Amaro Neto, por ser participativo e companheiro em prol do desenvolvimento de Ibatiba”, finalizou o presidente.

AquiNotícias

alerta-chuva

Alerta de chuva: dia “vira noite” em Vitória

si_412-oraculo-nuvem-site

A manhã desta segunda-feira (22) foi de sol e tempo aberto na Grande Vitória, mas já às 16h desta tarde, o céu carregado de nuvens escuras trouxe a sensação de que o dia “virou noite” na Capital do Espírito Santo. Em alguns bairros de Vitória, já é possível ouvir fortes trovoadas.

Em Viana, um ouvinte da Rádio CBN Vitória (92,5 FM) fez o registro de muita chuva na estrada. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal do Espírito Santo (PRF-ES), até às 16h20 desta segunda-feira (22), nenhuma BR estava interditada por conta das chuvas.

O Estado capixaba têm alertas vigentes para chuvas fortes desde domingo (21), quando o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta laranja para o Espírito Santo, que prevê ventos intensos e chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia para quase todos os municípios capixabas.

Das 78 cidades, apenas Montanha, Mucurici, Pedro Canário e Santa Teresa estão fora da lista. O aviso, que terminaria nesta segunda-feira (22) foi prorrogado até as 11 horas desta terça (23). De acordo com o Inmet, há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Um alerta do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) também é válido, este para até às 9h de terça-feira (23). A lista de cidades sob aviso inclui 36 cidades, a maior parte delas localizadas nas regiões Sul e Serrana. Nessas áreas ocorrerão pancadas de chuva localmente fortes, por vezes intensas e de curta duração, acompanhadas de descargas elétricas e rajadas de vento pontuais.

  1.  Afonso Cláudio
  2. Alegre
  3. Alfredo Chaves
  4. Anchieta
  5. Apiacá
  6. Atilio Vivacqua
  7. Bom Jesus do Norte
  8. Brejetuba
  9. Cachoeiro de Itapemirim
  10. Castelo
  11. Conceição do Castelo
  12. Divino de São Lourenço
  13. Domingos Martins
  14. Dores do Rio Preto
  15. Guaçuí
  16. Ibatiba
  17. Ibitirama
  18. Iconha
  19. Irupi
  20. Itapemirim
  21. Itarana
  22. Iúna
  23. Jerônimo Monteiro
  24. Laranja da Terra
  25. Marataízes
  26. Marechal Floriano
  27. Mimoso do Sul
  28. Muniz Freire
  29. Muqui
  30. Piúma
  31. Presidente Kennedy
  32. Rio Novo do Sul
  33. Santa Maria de Jetibá
  34. São José do Calçado
  35. Vargem Alta
  36. Venda Nova do Imigrante